8 dicas para você vender mais na área de saúde

Na Área de Saúde por muito tempo alguns termos como Venda e Lucro foram encarados como “pecados”, afinal o profissional de saúde lida com a vida humana, com o bem maior do ser humano, a sua saúde e não parecia correto “vender saúde” e ai criou-se uma série de paradigmas sobre esse assunto, já comentamos sobre isso no artigo “Como vender meus serviços na área de saúde?

Atualmente trabalho em todo o Brasil com equipes de clinicas médicas, odontológicas e de outras áreas relacionadas a saúde e temos conseguido modificar esses velhos e ultrapassados conceitos.

A principal função de um Negócio, seja ele em qualquer setor, é remunerar o capital investido e assim fazer girar a roda da economia oferecendo empregos, pagando impostos e produzindo riqueza para o pais e também para os sócios (ponto final). Sei que nada há de romântico nisso, mas se você não encarar o seu consultório em saúde como um negócio é melhor transformá-lo em uma ONG, concorda?

Então agora queria lhe dar algumas dicas para conseguir conduzir o processo de venda na área de saúde de uma forma mais natural, vamos a elas:

  1. Venda com perguntas, não com respostas
    Em vez de tentar vender um tratamento , mantenha o foco em o que o seu cliente deseja. Claro que em nosso setor nem sempre podemos entregar o que o paciente quer, mas tente ouvir mais e nunca fazer “empurroterapia” (Vide Dica 3)
  2. Faça de conta que você está em um primeiro encontro com seu futuro cliente, também conhecido como prospect
    Seja curioso sobre tudo, converse antes da consulta, veja como ele te encontrou, quem indicou, quais seus receios, suas angustias anteriores causadas por outros profissionais que consultou anteriormente. Verifique que soluções ele utiliza ou já utilizou aaté o presente momento e confira se ele está feliz ou não. Para isso, lembre-se da dica a seguir.
  3.  Use sua boca e seus ouvidos na devida proporção
    Lembra aquele ditado sobre termos 2 ouvidos e uma boca? Pois bem… Pelo menos nos momentos iniciais da interação com seu possível cliente, prefira não falar de si mesmo ou das suas soluções. Assuma uma postura consultiva, falando apenas com base no que você ouviu. Costumo em meus cursos de vendas para médicos e dentistas falar sobre Técnicas de Coaching como Rapport, onde você consegue espelhar seu cliente e isso cria uma sintonia sem mesmo ele perceber.
  4. Fale como se estivesse com amigos ou família
    Há profissionais de saúde que parecem acionar um “modo consulta de orçamento” e, a partir daí, começam a utilizar técnicas manjadas que aprenderam em algum cursinho de fim de semana ou em um artigo na internet, forçando situações com clichês de persuasão, exageros no tom de voz, padrões hipnóticos, entre outros recursos que fazem com que os clientes percebam que você está tentando fazer uso de uma determinada técnica. Prefira falar com naturalidade e adequação e principalmente procure mostrar empatia com o seu Prospect ou futuro paciente. Experimente inserir pausas entre suas frases, (leia artigo: Use esta “mania” de Barack Obama para falar melhor em público) você vai notar a diferença em pouco tempo acredite.
  5. Preste atenção a sinais ocultos ou naquilo que o futuro paciente não está falando
    Se o cliente parece apressado, não concentrado, chateado,  talvez convenha perguntar se não é melhor remarcar a conversa para um outro momento onde ele possa estar mais a vontade.
  6. Só ofereça suas soluções após descobrir a necessidade real de seu futuro paciente
    Atualmente em algumas clínicas na área de saúde, já existem médicos e dentistas avaliadores e há quem diga que já presenciou a cena de um destes individuos que disparou seu script para um manequim! Ele estava tão preocupado em seguir seu roteiro decorado que nem reparou que o “prospect” não se mexia…
  7. Cuidado com o Overload de informação
    Overload de informações na área de saúdeEvite dar um seminário sobre seu serviço ou solução proposta. Passar mais informações do que as que foram solicitadas pode mais atrapalhar do que ajudar. De preferência, reforce os benefícios utilizando palavras do futuro cliente, e não as suas. Sabe quando você vai a um supermercado comprar algo e tem tanta variedade de marca que você trava e acaba não comprando é nada, pois é, muita alternativa gera insegurança na hora da escolha.
  8. Conduza o cliente a AGIR
    Quando você já tem um bom entendimento sobre o que o cliente precisa e já foi estabelecida uma confiança mútua, você pode verificar se há alguma barreira que impeça a concretização do negócio. A ideia é fazer com que o cliente tome alguma ação naquele momento, evite deixar para pensar e voltar outro dia, já tenha tudo pronto para ele fechar o negócio ali, naquele momento.

Estes princípios minimizam as chances de seu futuro cliente lembrar que está participando na verdade de um processo de compra e venda e o coloca na posição de alguém que esta cuidando de seu bem maior, sua saúde e que no fim das contas você é apenas outro ser humano tentando ajudá-lo.

Quer saber mais sobre como fazer sua equipe vender mais serviços em saúde? Preencha o formulário abaixo e fale conosco, temos cursos na medida certa para treinar sua equipe, como o “Curso Negociação e Venda para Médicos e Dentistas

Seu nome (Necessário)

Seu e-mail (Necessário)

Telefone Fixo com DDD (Necessário)

Melhor horário para contato via telefone (opcional)
ManhãTardeNoiteHorário Comercial

Cidade/UF (obrigatório)

Sua Pergunta ou Necessidade atual

Marcos Rocha
Coach e Consultor na área de Saúde

feliz ano novo

Como refletir sobre 2016 para iniciar o ano novo corretamente?

Esta estratégia não só irá dizer por que você perdeu a seu ritmo em 2016, mas o que você precisará mudar para ser bem sucedido em 2017.

Antes de finalmente fechar 2016 e subir naquele avião rumo a uma bela praia para as férias tão esperadas, fugindo para um refúgio secreto e longe da loucura que foi esse ano que tal um exercício?

Em Coaching sempre trabalho com objetivos futuros de médio e longo prazo, mas como criar novos objetivos para 2017 sem ter certeza que os que você estabeleceu para 2016 foram efetivamente realizados. Neste caso o exercício de “olhar para trás” pode lhe ajudar a chegar mais longe em 2016.

Responda a seguinte pergunta somente para você: Os objetivos que estabeleci nos últimos 12 meses foram efetivamente cumpridos?

Isto é importante porque, se você se lembra, em janeiro passado, você provavelmente sentou-se e escreveu-se uma série de metas para 2016.

Bem, não há melhor momento do que agora para fazer uma retrospectiva do que você estabeleceu para realizar e do que efetivamente cumpriu.

A Estratégia

Veja como fazê-lo. Use esta abordagem para medir seu sucesso em 2016. Ele também funcionará esplendidamente para lançar uma visão e desenvolver seus objetivos para 2017. Pense grande esse é o seu momento!

Neste momento você poderá realizar uma retrospectiva de todos os seus objetivos :

  • profissionais / de negócio
  • pessoais / familiares.

Passo 1: Olhe para trás nos últimos 12 meses e o que você escreveu em seu planejamento de metas. O que você listou como seus principais objetivos de negócios (de 3 a 5) para o ano?

No meu caso, tinha como objetivos ampliar minha atuação em Cursos e também em Consultoria e  Coaching  para pequenos e médios negócios e Profissionais de Saúde.

Ainda em dezembro de 2015 fui em busca de cursos direcionados a esse objetivo. Nesse processo de planejamento, criação de objetivo e aprendizado para o  inicio de um novo nível de atuação acabei desenvolvendo uma metodologia única que me alçou a não só encontrar novos clientes neste segmento como também ser convidado para ministrar uma disciplina de Coaching em um MBA de Gestão.

Ok! Objetivos cumpridos e superados agora então, meu objetivo número 1 para 2017 será o de causar ainda mais impacto em empresários e negócios aperfeiçoando ainda mais essa metodologia desenvolvida e a levando a criar mudanças positivas em mais empresas e negócios.

Passo 2: Faça as seguintes perguntas para avaliar e determinar o seu caminho para a frente:

  • Olhando para trás em seus objetivos, o que tinha que ser feito para garantir que seus objetivos aconteceram? Quais disciplinas-chave você concordou em implementar para ter certeza de que teve êxito?
  • Que coisas você teve que começar ou parar de fazer? Você seguiu completamente? Por que ou por que não?

Você precisa fazer essas perguntas para criar um nível de responsabilidade. Isto não é para leva-lo a se sentir culpado e deprimi-lo. Use estas perguntas para refletir se você tinha a estrutura certa e o sistema de apoio no lugar para garantir o sucesso.

Talvez seja difícil para você chegar ao trabalho a tempo. Você fica acordado até tarde da noite antes vendo as atualizações do Facebook?. O que mais você tem feito que tem roubado tempo importante na realização de seus objetivos. O que tem passado do campo do importante para o campo do urgente? O que é dispensável ou circunstancial em seu dia a dia que tem lhe ocupado horas e horas?

Aplicar estas perguntas para refletir sobre como iniciar e terminar reuniões sobre o tempo, como você conseguiu seus e-mails, o que você deve fazer para autogerenciar e assumir o controle de seu dia de forma absoluta.

Seja qual for o caso, geralmente são pequenas e sutis mudanças que produzem seus melhores resultados. Por exemplo, como está sua dieta? Você está comendo porcarias? Esta se sentindo cansado, sem energia? Pode ser por que sua energia está caindo no início da tarde, e levando sua produtividade com ele. Mais sobre isso abaixo

Passo 3: Não se esqueça de seus objetivos pessoais / familiares! Faça um inventário do que você realizou este ano nesta área, que é tão importante para o equilíbrio saudável em sua vida.

Um de meus objetivos deste ano foi contribuir para instituições principalmente que doam alimentos a pessoas menos favorecidas. Estar em dia com sua contribuição social é importante para manter sua “roda da vida” girando sem muito atrito. Eu também me comprometi a investir mais tempo com minhas filhas, parentes e amigos. Isto continuará na minha lista para 2017.

Passo 4: Como você fez para o passo 2, faça as seguintes perguntas para seus objetivos pessoais:

  • Quando você olha para trás, o que tinha que ser feito para ver essas coisas em sua lista acontecer?
  • Quais disciplinas-chave tiveram que ser instaladas para você ser bem sucedido?
  • Que coisas eram uma obrigação absoluta para que você comece fazer?
  • Que coisas eram uma obrigação absoluta para que você parasse de fazer?
  • Eu segui? Por que ou por que não?

Passo 5: Este é um momento “olhe-no-espelho”. Ouse seriamente considerar o que está em jogo em 2017, respondendo as questão abaixo.

Agora que você fez um levantamento de 2016, é hora de olhar para a frente e rumar para 2017.

Você deve determinar o que fazer com sua lista de objetivos, fazendo uma pergunta para aumentar a urgência, importância e significado:

Quais são as consequências de meus objetivos não estarem sendo realizados ?

Especificamente, o que está em jogo em 2017? Como isso afeta:

  • Lucro
  • Renda
  • Empregados e colegas
  • Clientes
  • Produtos e serviços
  • O futuro
  • Outros fatores relevantes relacionados ao seu trabalho / carreira ou negócios

E, finalmente, qual será o impacto futuro se isso não for resolvido?

Então é isso, aproveite seu descanso mas não delegue a outros a importante tarefa de criar objetivos para seu novo ano. Sua vida depende de atitudes concretas e ações efetivas que só dependem de você. Envolva sua família, sócios, funcionários nestes objetivos e faça acontecer em 2017.

Marcos Rocha
Consultor e Coach


Quer iniciar 2017 com o pé direito? Utilize o formulário abaixo e entre em contato para conhecer nossos processos de Coaching e Consultoria.

Seu nome (Necessário)

Seu e-mail (Necessário)

Telefone Fixo com DDD (Necessário)

Melhor horário para contato via telefone (opcional)
ManhãTardeNoiteHorário Comercial

Cidade/UF (obrigatório)

Sua Pergunta ou Necessidade atual

Mercado de Estética – um segmento em expansão constante!

Segundo pesquisas a ABF (Associação Brasileira de Franchinsing) o segmento com maior crescimento mesmo em tempos de crise é o de estética e cuidados pessoais.

Após o Plano Real grande parte da população que ascendeu a novas classes sociais começou a participar como cliente deste significativo mercado.

Como diz o poeta: “Os Feios que me desculpem, mas beleza é fundamental

Estética beleza e saúdeComo entrar neste mercado?

Bem cuidar da beleza alheia exige formação. Para atuar, por exemplo um esteticista tem de concluir, no mínimo, o ensino médio técnico. Mas isso já não tem sido suficiente, o mercado hoje busca um profissional com uma formação mais completa, de nível superior inclusive.

A maioria dos cursos brasileiros de ensino superior em estética é tecnólogo, ou seja, tem entre dois ou três anos de duração e currículo é focado no mercado de trabalho.

Engana-se quem pensa que o curso é totalmente prático. Principalmente nos anos iniciais é comum haver disciplinas teóricas como anatomia, fisiologia e química. “A química serve como base para cosmetologia, que é química orgânica praticamente pura. Também há disciplinas de nutrição voltada para estética, comportamento humano, bio segurança e organização do trabalho. O primeiro ano é formatado de uma maneira mais teórica, preparando o aluno para receber e ter bagagem suficiente para entrar na prática”, afirma Letícia Valim, coordenadora do curso tecnólogo de estética e cosmética do Centro Universitário Senac, em São Paulo.

Após concluir a graduação, o profissional está habilitado a trabalhar com estética facial, corporal e capilar, além de prestar consultorias na área e atuar em indústrias de cosmetologia. Pode ser contratado por salões de cabeleireiro até clínicas médicas, além de abrir seu próprio negócio ou lecionar.

“Em um salão de cabeleireiro um esteticista pode, por exemplo, além de cuidar da pele, trabalhar com harmonia do rosto, sobrancelha e maquiagem. Em clínicas, é possível assessorar médicos como vascular, dermatologista e cirurgião plástico”, diz Adriana Luna que concluiu o técnico em estética, mas atualmente cursa a graduação.

Para Adriana,  nos próximos anos o Brasil vai alavancar a profissão e abrir novos nichos, como os spas urbanos. “Com a preocupação por qualidade de vida, as pessoas têm procurado muito este serviço. Americanos e europeus estão acostumados com os spas. Temos de pensar que essas pessoas não vão vir só para os jogos e, sim, para aproveitar nosso país, que é lindo“, afirma a esteticista.

No Brasil, um dos países campeões de consumo de artigos de cosmética do mundo, outro público que ajuda a expandir o mercado para os esteticistas é o universo masculino. “A gente lida com pessoas o tempo todo. Mesmo em um trabalho que você está na frente de um computador, em algum momento pode estar numa reunião e encontrar pessoas. É necessário estar bem. Acho que o homem entendeu isso”, diz Adriana.

Pessoas

Quem quiser seguir carreira precisa de gostar de lidar com pessoas para se dar bem. “Tem de ter a descoberta do querer cuidar do outro. Acho que isso é o primeiro passo. A partir do momento que você descobriu que é prazeroso cuidar da pele de uma pessoa, fazer com que ela se sinta bem e isso for gratificante, você está na área certa”, afirma Adriana.
O treinamento continuo é fundamental para uniformizar a equipe a utilizar o mesmo padrão de atendimento.

Processos

A montagem de um negócio neste segmento tem uma serie de exigências que devem ser observadas junto a Órgãos como ANVISA.
A criação de Processos que forneçam agilidade e qualidade ao atendimento desde o primeiro contato do cliente com o negócio vai ajudar a consolidar a empresa e torná-la forte no segmento que sofre uma grande concorrência.

Ambiente

Num negócio relacionado a beleza, estética e saúde a sensação tem que ser de total bem-estar, logo o ambiente tem que ser totalmente pensado para oferecer 120% no que diz respeito a esse quesito.

O Projeto arquitetônico deve estar adequado  às necessidades técnicas.

Mobiliário técnico para cada ambiente deve ter além de boa qualidade ergonomia para os profissionais que vão utilizá-lo. Seu projeto não basta ser lindo tem que ser funcional  e prover ergonomia.

Acessabilidade é fundamental principalmente se tratando em um negócio que queira oferecer procedimentos pós operatórios. Escadas estão fora de questão.

Baseado em nossa experiência dividimos exatamente nossos Processos de Coaching e Consultoria para clínicas de estética em três pilares: Pessoas, Processos e ambiente. Recomendamos ler o artigo:  Os 3 pilares de uma negócio de sucesso

Se você quer tem um negócio de estética ou quer montar um conheça nossos serviços de Coaching de Negócios para Clinicas de Estética

Preencha o Formulário abaixo e agende uma conversa sem compromisso via skype diretamente comigo e saiba como posso lhe ajudar.

Seu nome (Necessário)

Seu e-mail (Necessário)

Telefone Fixo com DDD (Necessário)

Melhor horário para contato via telefone (opcional)
ManhãTardeNoiteHorário Comercial

Cidade/UF (obrigatório)

Sua Pergunta ou Necessidade atual

Abcs e boa sorte,

Prof. Ms. Marcos Rocha
Consultor de Marketing e Negócios
Coordenador do Curso de Gestão em Saúde – FACIG – SP
Prof. MBA Gestão em Saúde – FASAM- DF
Executive & Business Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching
Certified Coach Anthony Robbins Education Institute – USA
Membro da Sociedade Brasileira de Coaching
Coach de Negócios especializado no Segmento de Saúde

Referências:

http://g1.globo.com/educacao/guia-de-carreiras/noticia/2011/05/guia-de-carreiras-estetica.html

7 chaves do negocio de sucesso

Sete Chaves Para Um Negócio de Sucesso

Tenho trabalhado com empresários e negócios de vários setores e Processos de Coaching de Negócio e Consultorias Empresariais. Esse contato intenso tem me possibilitado ajudar esses empresários ou gestores a entender já em um primeiro momento o que está atravancando o crescimento do negócio.

Alguns me dizem em um primeiro momento:

-“Eu estou tranquilo, pois meu negócio não está crescendo, mas também não está encolhendo, mesmo neste momento de crise”.

Perigo, perigo..

Essa é uma análise simplista, preocupante e principalmente perigosa pois todo negócio ou empresa pode ser comparado a um ser vivo, se ela não está crescendo, esta morrendo, nem que seja lentamente, mas com certeza um processo de não crescimento é na verdade uma morte lenta e por vezes anunciada que alguns não percebem.

Crescer ou Morrer?

Negócios devem ter crescimento orgânico e natural, como seres vivos. Levar um negócio a crescer depende em grande parte da visão estratégica de seus gestores/sócios. Sim eu sei que o dia-a-dia é complicado, corrido, falta tempo para parar e fazer longas análises do momento atual e cenários possíveis, mas infelizmente a má noticia é que isso é EXTREMAMENTE NECESSÁRIO. 

Ter uma visão externa pode ou segunda opinião pode com certeza lhe ajudar a enxergar pontos que, algumas vezes por estarmos “apaixonados”, não conseguimos enxergar.

Um Processo de Coaching de Negócios ou Consultoria Empresarial pode lhe trazer uma parceria produtiva que vai alavancar seu negócio a médio e longo prazo com um investimento que com certeza será pago pelo ganho que seu negócio terá (ou perda que deixará de ter!)

Hoje gostaria de oferecer para você uma ferramenta gratuitamente. Ela foi desenvolvida por mim exatamente analisando diversos negócios em vários estágios de maturação. Nela analisamos sete pontos chaves que precisam ser pensados de forma criteriosa para oferecer uma visão ampla e profunda do negócio. Ela é dividida em 3 PARTES, sendo :

  1. Cenário Atual

  2. Análise

  3. Ações

Quer conhecer a Ferramenta Sete chaves?

Preencha o Formulário abaixo e assine nosso Boletim. Você irá receber em seu email o link para baixar essa ferramenta grátis. Depois de baixá-la, imprima quantas cópias achar necessário e preencha. Se tiver alguma dúvida volte aqui e deixe seu comentário, sugestão ou alguma outra questão pertinente. Será um grande prazer ajudá-lo a levar  seu negócio à próxima fase (deste jogo empresarial)

Assine Nosso Boletim Eletrônico

Preencha os campos abaixo e baixe gratuitamente a Ferramenta de análise de seu negócio: 

“7 Chaves para um negócio de sucesso”

privacy 100% livre de SPAM

Forte abraço e espero seu comentário ok?

Marcos Rocha

 

 

o truque de michael-phelps

O Poder do Pensar e a Força do Agir

Em tempos de Olimpíadas nada como pegar bons exemplos de atletas para aplicar em nossas vidas pessoais, profissionais e até mesmo empresas/negócios  que possam nos dar poder e gerar ações que nos levem a conquistar “medalhas de ouro” nestas áreas..

Ao longo de sua vida, muitos lhe dirão que aquilo que você pretende fazer é impossível. Porém, basta ter imaginação para sonhar, planejar e alcançar. Haverá obstáculos. Haverá céticos. Haverá enganos. Mas com trabalho duro, fé, segurança e confiança em você mesmo e nas pessoas a sua volta, não há limites. Porque, acredite nisso, os sonhos podem se tornar realidade.” Michael Phelps

Todos nós conhecemos ou no mínimo já ouvimos falar de Michael Phelps ele é chamado de mito da natação. Nas Olimpíadas do Rio 2016 ele ja  garantiu sua 21ª medalha de ouro na carreira (até o momento que estou escrevendo esse artigo)

E isso parece ser apenas o começo de mais uma temporada olímpica dourada para o nadador americano. Ele ainda vai disputar mais três provas no Estádio Aquático da Olimpíada do Rio.

Além do treinamento físico e do incrível talento nas piscinas, Phelps, o fenômen0,  já afirmou que sua preparação mental também é um diferencial que o coloca na frente dos demais nadadores.

Veja o que disse seu Coach Bob Bowman, ao The Washington Post em 2012. “Eu nunca o vi ser desencorajado por nada. Ele aguenta tudo e parte disso é a confiança que ele tem na sua habilidade de fazer o seu trabalho”,

O segredo de Phelps

Mas, o nadador contou que tem um segredo na hora de se concentrar e se preparar para a prova que o ajuda bastante. Antes de cair na água, ele visualiza diferentes cenários, tanto positivos quanto negativos e bola planos de ação para cada um deles. “Ele é o melhor, em termos de visualização de prova”, disse Bowman. Da prova perfeita aos mais diversos contratempos – como óculos de natação quebrados ou traje rasgado, por exemplo – tudo passa pela cabeça do atleta.

A dica do Coach

Segundo o Coach, Phelps tem, de antemão, em seu “banco de dados”, uma programação para cada um dos diferentes cenários que se apresentarem durante a prova.

E dai?

Qual a vantagem disso para Phelps e para qualquer profissional que fizer a mesma coisa?

“A confiança de saber que há um plano para tudo”, disse o treinador, na época

Mas e eu com isso?

Trazendo para sua realidade, como você pode aplicar essa estratégia em sua carreira ou mesmo em seus negócios? Que experiências positivas ou negativas podem lhe ajudar a melhorar sua estratégia para conquistar um novo cliente, um novo emprego ou mesmo desenvolver um novo projeto em sua empresa.

Realidade Real (RR)

Criar um novo item para ser inserido em seu portfolio de produtos ou serviços deve ser encarado com um novo desafio (ou prova para Phelps). Agora quais são as informações que você já tem em seu “banco de dados” que podem lhe ajudar a escapar de armadilhas ou facilitar seu percurso?

Antever situações de risco lhe deixa mais preparado e antenado para evitar deslizes ou até mesmo não levar projetos adiante. Somente tome cuidado com o medo, pois ele pode lhe paralisar. Use o medo com ingrediente para alavancar seu crescimento e não como um fator paralisante.

Truque de Phelps

Vislumbre o projeto já realizado e tenha na mente o caminho para chegar até lá. Vibre com a sua conquista e ganhe energia extra para trilhar o caminho.

Repetindo:

“Ao longo de sua vida, muitos lhe dirão que aquilo que você pretende fazer é impossível. Porém, basta ter imaginação para sonhar, planejar e alcançar…”

O segredo é estar conectado com seu objetivo e para isso é preciso que ele esteja bem claro em sua mente. Objetivos frágeis acabam destruídos nos primeiros obstáculos.

Concluindo

Então é isso, pensar e não agir transforma seu pensamento somente em um sonho e não um objetivo. O poder do pensamento forte e determinado pode lhe conduzir a REALIZAR desde que você AJA e principalmente AJA indo na direção correta.

Um Coach pode com certeza lhe ajudar a trilhar esse caminho, desde que você saiba para onde quer ir, pense nisso.

Caso queira conversar sobre estratégias para seu negócio, utilize o formulário abaixo e entre em contato.

Forte abraço

Marcos Rocha


Seu nome (Necessário)

Seu e-mail (Necessário)

Telefone Fixo com DDD (Necessário)

Melhor horário para contato via telefone (opcional)
ManhãTardeNoiteHorário Comercial

Cidade/UF (obrigatório)

Sua Pergunta ou Necessidade atual


 

Os 3 pilares de uma negócio de sucesso

Temos trabalhado bastante com pequenos e médios empresários em nossos Processos de coaching de Negócios . Tem sido uma grande troca pois além de ajudar esses Pequenos Negócios a  encontrar Respostas, criar valor e crescer o aprendizado sinceramente tem sido incrível.

ensinar um homem

 

Nestes projetos temos trabalhado sempre Sobre 3 Pilares de Fundamentais:

  • Processos,
  • Pessoas, 
  • Produto.

Se algum deles está deficiente o negócio, com absoluta certeza, estará apresentando alguma dificuldade, Que em alguns Casos poderá não estar sendo percebida por quem está inserido na ” Roda do hamster ” – Clique Aqui e leia outro artigo sobre o assunto. Continue lendo “Os 3 pilares de uma negócio de sucesso”

pessimistas

Os 3Ps e as diferenças entre otimistas e pessimistas…

Dando continuidade ao artigo anterior sobre otimistas versus pessimistas…(clique aqui e leia)

Existe um termo que os pesquisadores chamam de “estilo explicativo”. Quando coisas ruins acontecem, como você explica isso para si mesmo?

Segundo os especialistas, essa conversa com você mesmo tem três pontos principais:

  • Permanência
  • Presença
  • Pessoalidade/culpa

Para os pessimistas:

Coisas ruins vão sempre durar muito tempo, ou para sempre.
São universais, abrangentes (“não dá para confiar em ninguém”).
Procuram desculpas e/ou culpados.
Para um pessimista, um contratempo é desmotivador e razão para desistir. Continue lendo “Os 3Ps e as diferenças entre otimistas e pessimistas…”

copo cheio ou vazio?

Otimistas versus Pessimistas, qual o melhor opção para viver?

Seu copo está meio cheio ou meio vazio?

Se você quer realmente ter uma vida melhor, de alta performance, é bom prestar atenção no que dizem os estudos: é melhor ver o copo meio cheio.

Pesquisas científicas já comprovaram uma longa lista de benefícios para ser otimista. Aqui estão alguns deles:

  • Otimismo está associado com melhor saúde e uma vida mais longa.
    Fonte: Stroke, Journal of American Heart Association.
  • Praticar o otimismo e a gratidão CAUSAM aumento na felicidade (e não o contrário!)
    Fonte: Emotion, Vol 11(2), Apr 2011, 391-402.
  • O exército norte-americano ensina otimismo aos seus soldados pois isso os deixa mais fortes e aumenta sua persistência.
    Fonte: artigo Annie Murphy Paul, Time Magazine.
  • Ser socialmente otimista (ou seja, ter a expectativa de que gostem de você) faz com que as pessoas realmente gostem mais de você.
    Fonte: Personality and Social Psychology Bulletin.
  • Expectativas de resultados positivos em negociações fazem com que as pessoas atinjam mais rapidamente um acordo satisfatório.
    Fonte: Journal of Experimental Social Psychology, Volume 46, Issue 3, May 2010, Pages 494-504.
    Otimistas têm mais sorte. Pesquisas mostram que, ao pensar positivamente, as pessoas perseveram mais e criam mais oportunidades para si mesmas.
    Fonte: Luck Factor, Richard Wiseman.
    Vendedores otimistas têm mais sucesso do que pessimistas.
    Fonte: The Happiness Advantage, Shawn Achor.
    A lista poderia continuar indefinidamente. Uma das coisas que recomendamos é que você busque ter atitudes otimistas diariamente, pois isso está associado diretamente com a alta performance e com uma vida plena, realizada e feliz.

Continue lendo “Otimistas versus Pessimistas, qual o melhor opção para viver?”

medo

7 comportamentos negativos que podem estar travando seu crescimento

Tenho recebido diversos emails ou  mensagens pelas mídias sociais, com perguntas mais ou menos assim: “Estou patinando, estou empacado, estou travado, sinto que não avanço, não estou crescento, por mais que eu tente ou me esforce. Pode me ajudar?

A resposta a esta pergunta deve ser dada em duas etapas:

  • O que significa realmente estar empacado?
  • Como posso ajudar você a desempacar?

Em minha experiência como Coach e Consultor descobri que existem sete comportamentos negativos que fazem as pessoas ficarem presas e não se desenvolverem. Continue lendo “7 comportamentos negativos que podem estar travando seu crescimento”

vendas na área de saude

Como vender meus serviços na área de saúde?

As vezes profissionais de saúde acabam esquecendo que além de técnicos tem também  que ser um excelente vender.

Investimos bastante tempo em anamnese, exame clínico, plano de tratamento , explicações super detalhadas aos clientes o que é super importante mas acabam esquecemos da cereja do bolo, ou seja, a venda propriamente dita. Sim a verdade é que por muito tempo vender era considerado “feio” para muitos profissionais da área de saúde… Afinal lidamos com saúde, certo? Sendo bem direto: ERRADO. Com a concorrência acirrada nos dias de hoje é super importante Temos incorporar vendas em nosso “script” para não sermos engolidos pela vizinho do andar de cima. Continue lendo “Como vender meus serviços na área de saúde?”